InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
Top dos mais postadores
Fractius (224)
 
Baqi (96)
 
Branca (91)
 
Danto (74)
 
King Werneck (29)
 
Frazz (20)
 
Njörd (14)
 
Richard Spencer (12)
 
Narrador NYC (11)
 
Rolador de Dados (10)
 
Os membros mais ativos da semana

Compartilhe | 
 

 Segunda Leitura: Os Clãs

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Danto

avatar

Narrador
Narrador
Mensagens : 74
Data de inscrição : 04/10/2014
Idade : 25
Localização : Vitória-ES

MensagemAssunto: Segunda Leitura: Os Clãs   Seg Out 13, 2014 3:49 am

Ventrue

Em uma Era onde os Reis são pouco importantes e as noções de "domínio" e "terras" se perdeu para o conceito monetário e democrático, os Ventrue conseguiram se adaptar muito bem. A realidade é que pouco das mudanças mortais afetou os filhos de Caim de sangue azul. Dentro de Londres eles são gigantescos, a presença do príncipe Matusalém é apenas o ponto final e incontestável na supremacia do clã dentro da cidade. Mas nem todos são abençoados com tais glorificações e títulos de nobreza ou reconhecimento, as proles de Mithras hoje são anciões extremamente poderosos e suas proles já se tornaram os novos anciões dentro do clã. Os Ancillae se aglomeram em tentativas de criar alianças fortes o suficiente para se colocarem no mesmo patamar que os antigos... E o que resta para os jovens?
O Domínio do clã é tão forte por todas as ilhas britânicas que se expandiu para dentro de suas próprias fileiras, os Príncipes estão em seus cargos há milênios, senescais também. A Camarilla é antiga e cheia de líderes eternos. Os jovens Ventrue tem constantemente se perdido em meio as poucas possibilidades, alguns inclusive tem caminhado para as fileiras do Sabá. Mas esses são poucos, casos raros, que não se demonstram capazes de colocar o domínio Ventrue em cheque.
Filiação: Camarilla
Disciplinas: Fortitude, Dominação e Presença.
Fraqueza: Alimentação Seletiva (apenas um grupo específico de mortais pode alimentar o Ventrue)

_________________

I cried tear of love as I,
with sharp things,
sacrificed that which was the frist part of my joy,
my brother.

And the Blood of Abel covered the altar
and smelled sweet as it burned.

But my Father said,
"Cursed are you, Caine,
who killed your brother.
As I was cast out so shall you be."


Última edição por Danto em Seg Out 13, 2014 4:57 pm, editado 3 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Danto

avatar

Narrador
Narrador
Mensagens : 74
Data de inscrição : 04/10/2014
Idade : 25
Localização : Vitória-ES

MensagemAssunto: Re: Segunda Leitura: Os Clãs   Seg Out 13, 2014 2:48 pm

Brujah

Um dos antigos "Altos Clãs", os Brujah de hoje não se parecem com seus antigos familiares. Algo aconteceu dentro do clã, talvez um cisma pós cartago ou simplesmente a revolta anarquista os atingiu com muita força, tanta força que fragmentou para sempre o poder e as origens do próprio clã de filósofos-guerreiros. Dentro de Londres, o clã Brujah costuma se esgueirar por East End e seus hooligans, ou pelos pubs em busca de brigas ou "testes de força". As vontades dos membros desse clã são seus principais motivadores, são espíritos livres que se ligam exclusivamente a suas paixões e vivem em função dessa e é até mesmo por essa característica que o Clã tornou-se desorganizado em Londres e não possui muita força política dentro da cidade, não que os mesmos se importem com a situação, exceto é claro pelos antigos que desprezam a incapacidade das novas gerações.
Filiação: Camarilla
Disciplinas: Potência, Rapidez e Presença.
Fraqueza: Testes de Frenesi aumentados em 2 (A paixão é uma faca de dois gumes).

_________________

I cried tear of love as I,
with sharp things,
sacrificed that which was the frist part of my joy,
my brother.

And the Blood of Abel covered the altar
and smelled sweet as it burned.

But my Father said,
"Cursed are you, Caine,
who killed your brother.
As I was cast out so shall you be."


Última edição por Danto em Seg Out 13, 2014 3:46 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Danto

avatar

Narrador
Narrador
Mensagens : 74
Data de inscrição : 04/10/2014
Idade : 25
Localização : Vitória-ES

MensagemAssunto: Re: Segunda Leitura: Os Clãs   Seg Out 13, 2014 2:59 pm

Gangrel

Muitos apontam seus dedos para os selvagens com desprezo e os acusam de serem bárbaros, outros defendem que eles não passam de cães de caça da Camarilla e dos Ventrue. A verdade talvez não se encontre em nenhuma das duas possibilidades, mas entre elas. Os Gangrel não se dedicam aos trabalhosos e rígidos dogmas da sociedade cainita como os demais, muitos compreendem que a maldição é eterna e catastrófica e por isso passam suas vidas de maneira simples e com o único ideal de sobreviver sem causar grandes impactos aos que não foram tocados pela maldição, outros realmente abraçam seu lado animalesco e bestial para fugir para sempre do inferno social dos centros industriais de Londres. Mas, como o primogeno Gangrel de Londes costuma dizer: "Não nos julgue como irracionais, afinal, foram os bárbaros que colocaram um ponto final em Roma não foram? E quem eram os líderes de lá? Pense muito antes de se colocar acima de nós meu jovem!".
Filiação: Camarilla
Disciplinas: Metamorfose, Animalismo e Fortitude. (Aos urbanos: Metamorfose, Rapidez e Ofuscação).
Fraqueza: A proximidade com a besta cede ao Gangrel um traço animalesco a cada estado de frenesi.

_________________

I cried tear of love as I,
with sharp things,
sacrificed that which was the frist part of my joy,
my brother.

And the Blood of Abel covered the altar
and smelled sweet as it burned.

But my Father said,
"Cursed are you, Caine,
who killed your brother.
As I was cast out so shall you be."


Última edição por Danto em Seg Out 13, 2014 3:47 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Danto

avatar

Narrador
Narrador
Mensagens : 74
Data de inscrição : 04/10/2014
Idade : 25
Localização : Vitória-ES

MensagemAssunto: Re: Segunda Leitura: Os Clãs   Seg Out 13, 2014 3:09 pm

Malkavian

A loucura Malkaviana nunca foi tão presente e forte dentro do Clã e isso é um fato. Talvez as novas gerações que foram abraçadas pelos estudos de Freud e toda essa preocupação cientifica com o individuo e suas mentes/psiques tenha influenciado os Malkav. O fato é que, a insanidade deles se move na mesma velocidade que os motores a vapor e eles são os que mais evoluíram dentre todos os Cainitas. Comumente ligados à ciência e ao oculto, ao mesmo tempo é claro, eles reagem com maestria as mudanças temporais e sociais que acontecem no dia-a-dia. Toda nova invenção é um mar de possibilidades e novas teorias de compreensão da realidade, quem sabe para onde vamos? Como os Cainitas reagem as novas tecnologias? Até os mais antigos dos Malkavianos tem se demonstrado extremamente hábil com essas novas eferverscências culturais. Dentro de Londres não há nenhuma dúvida, Os Malkavianos são vários e unidos como nenhum outro clã jamais será. Entretanto, talvez nem eles mesmo saibam pra que estão unidos.
Filiação: Camarilla
Disciplinas: Auspicius, Domianção e Ofuscação.
Fraqueza: Uma pertubação inicial.

_________________

I cried tear of love as I,
with sharp things,
sacrificed that which was the frist part of my joy,
my brother.

And the Blood of Abel covered the altar
and smelled sweet as it burned.

But my Father said,
"Cursed are you, Caine,
who killed your brother.
As I was cast out so shall you be."


Última edição por Danto em Seg Out 13, 2014 3:47 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Danto

avatar

Narrador
Narrador
Mensagens : 74
Data de inscrição : 04/10/2014
Idade : 25
Localização : Vitória-ES

MensagemAssunto: Re: Segunda Leitura: Os Clãs   Seg Out 13, 2014 3:16 pm

Nosferatu

Pobres almas amaldiçoadas com a monstruosidade em suas faces, membros e odores. Mais pobres ainda são aqueles que acreditam nessa balela que coloca os Nosferatu como coitados horripilantes condenados a nada além de vergonha e obscuridade. O Clã foi sábio em se aproveitar do momento de expansão do Império Britânico, ficando exatamente onde os "mais belos e nobres" jamais ficariam, entre os mais sujos e lucrativos mercados, eles foram até a fonte do poder Britânico e lá construíram suas bases de operações. Suas redes de comunicação cresceram junto com a população de ratos e sujeito, seus olhos acompanham todos aqueles que buscam por prostitutas nos portos e pagam aqueles que hora ou outra "perdem algumas encomendas" ou "caixotes". Em Londres não é diferente, o clã se estabeleceu fortemente entre os mais baixos cidadãos da cidade e praticamente controla todas as atividades ilegais da cidade.
Filiação: Camarilla
Disciplinas: Ofuscação, Animalismo e Potência.
Fraqueza: O aspecto monstruoso reduz permanentemente a aparência 0.

_________________

I cried tear of love as I,
with sharp things,
sacrificed that which was the frist part of my joy,
my brother.

And the Blood of Abel covered the altar
and smelled sweet as it burned.

But my Father said,
"Cursed are you, Caine,
who killed your brother.
As I was cast out so shall you be."


Última edição por Danto em Seg Out 13, 2014 3:47 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Danto

avatar

Narrador
Narrador
Mensagens : 74
Data de inscrição : 04/10/2014
Idade : 25
Localização : Vitória-ES

MensagemAssunto: Re: Segunda Leitura: Os Clãs   Seg Out 13, 2014 3:23 pm

Toreador

Os Toreados são dentro de Londres uma força incontestável e provavelmente a única capaz de rivalizar com a hegemonia Ventrue. O segundo maior clã que posto ao lado dos Ventrue, representam os antigos "Altos Clãs" que dominavam durante a Idade das Trevas. Mas não há nenhuma aliança entre essas duas famílias poderosas e influentes, os conflitos entre os Barões reflete ainda em uma relação muito delicadíssima entre os dois clãs. O fato da grande maioria dos Toreadores terem heranças francesas irrita ainda mais os antigos membros Ventrue locais que olham para os artísticos e talentosos Toreadores com suspeita e até mesmo rancor. Foram os Toreadores que colocaram em cheque o Trono de Mithras e esse é um ato que jamais sera esquecido pelos Sangue Azul, essa tentativa também floresce dentro dos Toreadores em uma forma de esperança. Muitos dos jovens do clã tem caminhado para o Anarquismo ou para o Sabá, movidos pela mesma sensação que moveu seus Senhores décadas atrás.
Filiação: Camarilla
Disciplinas: Presença, Rapidez e Auspícius.
Fraqueza: "O fascínio", diante de uma beleza única o Toreador precisa testar auto-controle com dificuldade 6 ou permanecerá estático diante o "fascínio".

_________________

I cried tear of love as I,
with sharp things,
sacrificed that which was the frist part of my joy,
my brother.

And the Blood of Abel covered the altar
and smelled sweet as it burned.

But my Father said,
"Cursed are you, Caine,
who killed your brother.
As I was cast out so shall you be."


Última edição por Danto em Seg Out 13, 2014 3:48 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Danto

avatar

Narrador
Narrador
Mensagens : 74
Data de inscrição : 04/10/2014
Idade : 25
Localização : Vitória-ES

MensagemAssunto: Re: Segunda Leitura: Os Clãs   Seg Out 13, 2014 3:29 pm

Tremere

Quem iria se atrever a afirmar que as bruxas sobreviveram as fogueiras da Inquisição e ainda mais, que elas se atreveriam a caminhar entre as fileiras dos filhos de Caim e se auto-proclamarem "Vampiros". Vejam só, se não são audaciosas essas criaturas praticantes de feitiçarias exóticas e perigosas? Mas diga-me, como diabos elas foram aceitas entre as famílias tradicionais da Camarilla e como podem elas estarem inclusas inclusive no Circulo Interno e possuírem um Justicar? Nem Cainitas verdadeiros elas são! Esses são os sentimentos e afirmações de quase todos os cainitas de Londres que se viram forçados a aceitarem de volta aqueles que o príncipe Mithras afirma terem participações nas Pragas e nas Revoltas dos Toreador. Qualquer Tremere dentro de Londres é mal visto e viver na cidade não é fácil para nenhum feiticeiro, existe uma velada "caça as bruxas" impregnada nos costumes caintas locais, não é atoa que não há nenhuma capela Tremere na cidade e o cargo de Primogenito foi criado a apenas 10 anos. Tamanha hostilidade tem resultado em combinações perigosas: Os Tremere Anti-tribo.
Filiação: Camarilla
Disciplinas: Taumaturgia, Auspicius e Dominação.
Fraqueza: Um passo ao laço de sangue com o Clã.

_________________

I cried tear of love as I,
with sharp things,
sacrificed that which was the frist part of my joy,
my brother.

And the Blood of Abel covered the altar
and smelled sweet as it burned.

But my Father said,
"Cursed are you, Caine,
who killed your brother.
As I was cast out so shall you be."


Última edição por Danto em Seg Out 13, 2014 3:46 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Danto

avatar

Narrador
Narrador
Mensagens : 74
Data de inscrição : 04/10/2014
Idade : 25
Localização : Vitória-ES

MensagemAssunto: Re: Segunda Leitura: Os Clãs   Seg Out 13, 2014 3:37 pm

Lasombra

Os Reis Negros, pesadelos em carne e osso que crescem em volta das sombras para devorar as crias desatentas da Camarilla. Eles são um problema impossível de ser ignorados pelos Ventrue e por toda a Camarilla e a razão é sofisticada o suficiente para preocupar até o próprio Príncipe matusalém. Os Lasombra causam destruição, corrupção e terror, mas fazem isso tão bem e com um talento tão nato que quase transformam suas ações em investidas invisíveis e impecáveis que quando são vistas, já causaram um dano irremediável. Foi exatamente assim que aconteceu em Norwich, toda a região ao norte da Inglaterra se surpreendeu quando o Príncipe de Norwich foi esquartejado por suas proles e Diablerisado em meio a uma missa de enterro de um burgues local. O impacto desse acontecimento foi o anuncio da chegada do Sabá nas Ilhas Britânicas.
Filiação: Sabá
Disciplinas: Tenebrosidade, Dominação e Potência.
Fraqueza: Ausência de Reflexo.

_________________

I cried tear of love as I,
with sharp things,
sacrificed that which was the frist part of my joy,
my brother.

And the Blood of Abel covered the altar
and smelled sweet as it burned.

But my Father said,
"Cursed are you, Caine,
who killed your brother.
As I was cast out so shall you be."


Última edição por Danto em Seg Out 13, 2014 3:46 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Danto

avatar

Narrador
Narrador
Mensagens : 74
Data de inscrição : 04/10/2014
Idade : 25
Localização : Vitória-ES

MensagemAssunto: Re: Segunda Leitura: Os Clãs   Seg Out 13, 2014 3:45 pm

Tzmisce

Os Lasombra são terríveis mas ainda se prendem a um altíssimo nível de civilidade e sofisticação, tais adjetivos jamais seriam usados para descrever um demônio da carne. No primeiro olhar, muitos podem se perder em avistar apenas um pobre vampiro preso ao contos de Bram Stocker e aos esteriótipos da literatura gótica de uma criatura da noite sedutora e misteriosa que em busca de amor é capaz de atos terríveis... Um erro que normalmente custa o coração e a alma do retardado e cego que ousa pensar dessa maneira. Não há nenhum clã mais deturpado e perigoso do que os Tzmisce, não há honra, não há glória muito menos soberania que os censure ou motive. Esses aterrorizantes cainitas tem se aproximado a cada dia de Londres, ainda em pequeno número, mas causando fortes ondas de assassinatos dentro da cidade. Seriam eles os responsáveis pelas ações do Estripador?
Filiação: Sabá
Disciplinas: Vicissitude, Animalismo e Auspícius.
Fraquezas: O territorialismo obriga o vampiro a dormir com no mínimo dois punhados de sua terra natal, se não o fizer, todas suas paradas de dados são reduzidas pela metade.

_________________

I cried tear of love as I,
with sharp things,
sacrificed that which was the frist part of my joy,
my brother.

And the Blood of Abel covered the altar
and smelled sweet as it burned.

But my Father said,
"Cursed are you, Caine,
who killed your brother.
As I was cast out so shall you be."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Danto

avatar

Narrador
Narrador
Mensagens : 74
Data de inscrição : 04/10/2014
Idade : 25
Localização : Vitória-ES

MensagemAssunto: Re: Segunda Leitura: Os Clãs   Seg Out 13, 2014 3:57 pm

Assamitas

Os malditos sarracenos são um problema eterno para qualquer Príncipe ou ancião, eles são assassinos formidáveis sedentos por sangue e vingança. Vingança essa que possui um foco especial: A Camarilla. Após a maldição contra o vitae Assamita, os sarracenos se viram impossibilitados de praticarem a Diablerie, algo que para eles sempre foi uma cerimonia quase religiosa e obrigatória. Muitos deles então saíram de Alamut (sua fortaleza sagrada) em busca do sangue dos que sobre eles rogaram tal maldição, armados e preparados para degolar qualquer um dos "Vampiros da Camarilla", esses agentes se espalharam por todo mundo. Em Londres não seria diferente, a recente morte de alguns jovens Ventrue foram atribuídas aos Sarracenos e ao que tudo indica, eles estão próximos de uma aliança com o Sabá.
Filiação: Independentes
Disciplinas: Quietus, Rapidez e Ofuscação
Fraqueza: Se  um  Assamita ingerisse o sangue de um vampiro, cada ponto de sangue ingerido inflige um nível automático de dano letal ao Assamita.

_________________

I cried tear of love as I,
with sharp things,
sacrificed that which was the frist part of my joy,
my brother.

And the Blood of Abel covered the altar
and smelled sweet as it burned.

But my Father said,
"Cursed are you, Caine,
who killed your brother.
As I was cast out so shall you be."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Danto

avatar

Narrador
Narrador
Mensagens : 74
Data de inscrição : 04/10/2014
Idade : 25
Localização : Vitória-ES

MensagemAssunto: Re: Segunda Leitura: Os Clãs   Seg Out 13, 2014 4:03 pm

Seguidores de Set

As serpentes são banidas de Londres. Qualquer um que tiver informações ou qualquer um que ver uma delas tem a autorização do Principe Mitrhas para destruir, matar, delatar ou qualquer ação de segurança e precaução contra as mesas. Isso é um fator histórico que coloca os Seguidores de Set em uma situação delicada dentro de Londres e os transforma em uma ameaça constante dentro de todas as reuniões dos membros da Camarilla local. O príncipe sempre se mostrou intolerante em relação aos Setitas e os Setitas sempre se mostraram dedicados em causar mal aos cainitas de Londres. Existe algo que talvez nunca será revelado entre essas duas forças, mas o fato é: Elas travam batalhas constantes por Londres e depois da notícia de que Valerius (antigo Senescal) não foi capaz de lidar com os Setitas, incapacidade essa que resultou na criação de um templo escondido e misterioso das serpentes em algum lugar de Londres, colocou toda a Camarilla em uma caçada de sangue contra eles.
Filiação: Independentes
Disciplinas: Serpentis, Presença e Ofuscação.
Fraqueza: Sensibilidade à luz. Dois de dano adicional por exposição ao sol e redução de dois dados em todas as paradas de dados a exposição a grandes focos luminosos.

_________________

I cried tear of love as I,
with sharp things,
sacrificed that which was the frist part of my joy,
my brother.

And the Blood of Abel covered the altar
and smelled sweet as it burned.

But my Father said,
"Cursed are you, Caine,
who killed your brother.
As I was cast out so shall you be."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Danto

avatar

Narrador
Narrador
Mensagens : 74
Data de inscrição : 04/10/2014
Idade : 25
Localização : Vitória-ES

MensagemAssunto: Re: Segunda Leitura: Os Clãs   Seg Out 13, 2014 4:10 pm

Giovanni
Os Giovanni são respeitosos, gentis e bem-educados.Podres de ricos, o Clã Giovanni rastreia suas raízes até antes do Renascimento, em uma família de príncipes mercantes. O clã ainda mantém sua casa original em Veneza, em uma loggía milenar pouco afastada do coração da cidade. Nenhum outro clã exibe tanta humildade e decôro como fazem os Giovanni. E nenhum outro clã esconde seus blasfemos segredos tão bem... Segredos que vazaram durante um pequeno deslise de um neófito e suas experiencias ritualistas extremamente mal conduzidas que ocasionaram a origem do fogo sobrenatural que quase levou todos os Cainitas Londrinos a extinção. Tal fator prejudicou muito as intenções comerciais que a Família de Necromantes tinha com Londres e a Camarilla local que de inicio, recusou-se a falar com os giovanni e já se preparava para lançar uma caçada contra eles. Entretanto, durante a ausência de Mitrhas e o "governo" de Valerius, os Necromantes se revelaram importantes no combate ao Sabá e até chegaram a proteger ou até mesmo abafar várias tentativas contra a vida do Senescal ou de outros membros importantes da Camarilla. Aos poucos e com muito esforço, os Giovanni tentam construir e fortificar os laços com a Camarilla.
Filiação: Independentes
Disciplinas: Necromancia, Dominação e Potência
Fraqueza: O "beijo" Giovanni causa dores intensas em suas vitimas.

_________________

I cried tear of love as I,
with sharp things,
sacrificed that which was the frist part of my joy,
my brother.

And the Blood of Abel covered the altar
and smelled sweet as it burned.

But my Father said,
"Cursed are you, Caine,
who killed your brother.
As I was cast out so shall you be."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Danto

avatar

Narrador
Narrador
Mensagens : 74
Data de inscrição : 04/10/2014
Idade : 25
Localização : Vitória-ES

MensagemAssunto: Re: Segunda Leitura: Os Clãs   Seg Out 13, 2014 4:17 pm

Ravnos

Os ciganos representam a maior família de vampiros fora da Camarilla a habitar Londres, todos eles são é claro, registrados pela Camarilla e devidamente apresentados ao Príncipe. Mas isso não se traduz em lealdade ou servidão, muito menos em rebeldia ou tentativa de derrubar as forças da Camarilla. A verdade é que os Ravnos são os mais independentes entre os próprios clãs independentes, eles pouco se importam em quem é o líder ou quem é o revoltado, antes de tudo um Ravnos precisa ganhar. Os verdadeiros "espíritos livres" de Londres, eles caminham pela ralé social da cidade, vez ou outra esbarrando em Nosferatus e até mesmo negociando com os mesmos. Eles estão por todos os cantos mais sórdidos da cidade, prostíbulos, casas de apostas, trafico de mercadorias, trafico de animais, pessoas, medicamentos e qualquer outra coisa. São também encontrados em pequenas trupes que apresentam espetáculos de arte exótica nas ruas e até mesmo em galerias de arte ou museus. Cada Ravnos tem seu próprio motivo para estar ali e para agir como age e não há nenhuma organização por trás das ações de um Ravnos, apenas ele e seu interesse.
Filiação: Independentes
Disciplinas: Quimerismo, Animalismo e Fortitude
Fraqueza: Os Ravnos cederam aos seus vícios particulares na mesma medida em que se devotaram a eles. Cada Ravnos tem uma fraqueza por algum tipo de truque, travessura ou farsa, seja ela o jogo, a mentira, o roubo, a chantagem ou até mesmo assassinatos inteligentemente planejados. Quando a oportunidade de ceder a seus vícios surgir, os Ravnos têm que fazer uma jogada de Autocontrole (dificuldade 6) ou sucumbir à sua compulsão.

_________________

I cried tear of love as I,
with sharp things,
sacrificed that which was the frist part of my joy,
my brother.

And the Blood of Abel covered the altar
and smelled sweet as it burned.

But my Father said,
"Cursed are you, Caine,
who killed your brother.
As I was cast out so shall you be."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado



MensagemAssunto: Re: Segunda Leitura: Os Clãs   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

Segunda Leitura: Os Clãs

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

 Tópicos similares

-
» falha na leitura de scripts
» Falha na leitura de arquivos...
» [RPG OFF] Segunda guerra mundial
» [Teorias e Curiosidades - Felipe] #6 Segunda Guerra Mundial Ninja
» Para título, um resumo da Segunda Guerra Mundial: Papapapapa, shiuuuuuu cabum! Morre alemão filho da....

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Área Abandonada :: Crônicas Antigas :: ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤVampiro: A Era Vitoriana :: Profiles & Detalhes da Crônica-