InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
Top dos mais postadores
Fractius (227)
 
Baqi (97)
 
Branca (91)
 
Danto (74)
 
King Werneck (29)
 
Frazz (20)
 
Njörd (14)
 
Richard Spencer (12)
 
Narrador NYC (11)
 
Rolador de Dados (10)
 
Os membros mais ativos da semana

Compartilhe | 
 

 ☥ Monalisa: Arco I, Ato I: Pacto do Crime Organizado. ~

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Fractius

avatar

Mestre do Conselho
Mestre do Conselho
Mensagens : 227
Data de inscrição : 26/09/2014
Idade : 31
Localização : Salvador

MensagemAssunto: ☥ Monalisa: Arco I, Ato I: Pacto do Crime Organizado. ~    Seg Ago 10, 2015 10:04 pm


☥ Rio de Janeiro - Bairro de Ipanema - Restaurante Cantina DaVinci | Escritório Particular ☥
• 05 de Fevereiro de 1999, Sexta-Feira: 19h19min P.M.
• Monalisa Giovanni: Arco I, Ato I: Pacto do Crime Organizado.



Talvez uma das últimas representantes da verdadeira família dos DaVinci. Infelizmente os Giovanni lhe acolheram como um bom fruto para o clã. Rafaello talvez fez uma boa escolha em abraçar a última "obra de arte" viva da família de grandes artistas. A jovem causou grandes problemas, em termos uma mistura de emoções e a linhagem. Talvez por causa de Pietro, resolveu tentar sobreviver na América do Sul, Brasil e conhecido como a cidade maravilhosa preencheu os olhos da empresária. Chegou junto de seu irmão de sangue a qual tornou-se carniçal e tem conhecimento sobre Monalisa e a obscuridade dos vampiros. O idioma português é bem complicado, mas este ano na cidade já sabe falar bem, fora o seu forte sotaque italiano e isso dá um charme para a bela cainita.

De maravilhosa ela viu que realmente a cidade tem, mas em muitos cantos vivem o verdadeiro horror. A criminalidade é a chave do verdadeiro poder e só fica de pé os mais espertos. Pois o crime nunca compensa, mas os Giovanni vem guiando muito bem esta parte, principalmente no termo de exportação de armas e até drogas. Monalisa sabe que os Giovanni contando com ela, são apenas quatro membros. O mais antigo é um Ancilla chamado Miguel Giovanni, ele lidera o crime da família no Rio. Um perfeito manipulador e dizem que ele é mestre na Trilha do Sepulcro. Em Veneza ele era um professor de rituais, esses são os contos sobre Miguel. Os outros dois membros que vivem no Rio são Eduardo Alves, um brasileiro descendente italiano, um dos capangas do regente Miguel e Evelin Milliners, de uma linhagem de necromantes da Escócia, é a banqueira do clã e braço direito do regente. Quando Monalisa chegou a família já existia na cidade, ela foi apenas um acréscimo para o clã no Rio. Logo entendeu o sentido da máfia e o seu único restaurante, virou um cassino subterrâneo importante para os marajás da cidade. O papel dela até então é assegurar os clientes, as papeladas das exportações e assegurar que nada de errado. Em termos a belíssima cainita tem uma grande responsabilidade pela frente.

Falta apenas uma semana para o carnaval, maior movimento na rua, vários gringos e isso significa mais trabalho e dinheiro em sua conta bancária se tudo der certo. Sua cobertura no flamengo lhe proporciona uma boa segurança e luxo. A mesma despertou cedo e saiu com seus guarda-costas em seu carro até o restaurante que fica em Ipanema, outra área nobre da zona sul do Rio. Pelo menos umas quatro vezes ao mês ela aparece para se assegurar de tudo andando conforme ela almeja. Sabe que não pode deixar muita responsabilidade nas mãos de mortais, pois se der merda, a culpa cairá em quem ? Quase sete e meia da noite, hoje no escritório particular terá uma reunião entre os membros do clã. Uma vez ao mês, sempre no início vocês se reúnem para deixarem tudo a parte dos acontecimentos e do clã. Ela esta sentada em sua poltrona de veludo, balançando sua perna repetidamente, uma droga de tique nervoso, ali pensativa no que será a pauta de hoje. Monalisa aproveitou que é início de mês já olhou os gastos, pagamentos e tudo. Por suas capacidades em finanças e direito, parece que tudo deu bem, foi mais lucro que gastos e principalmente do Cassino em baixo que nem os funcionários tem ciência dele, só seu irmão e o gerente. Seus dois servos mortais. A Giovanni olhando ao fundo o relógio em algarismo romano quase batendo sete e meia e quando ouve três suaves batidas na porta. Pela tela da câmera, a qual ela tem acesso ali em particular de todo o restaurante e do cassino. Nota ser Antônio e logo atrás dele o grandioso e perverso Miguel Giovanni. Como sempre, o primeiro a chegar.

Seus olhos quando passou na tela com as imagens das câmeras, parece tudo bem e o cassino ainda não abriu, mas nota os seus seguranças particulares ajeitando o espaço junto de seu irmão. Logo vai começar a funcionar.


_________________


Sou apenas uma criança perdida na escuridão, sou o anjo caído que mostrará a você o caminho para sua libertação!


Última edição por Fractius em Sex Jun 02, 2017 10:08 am, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://consilium.livreforum.com
Monalisa Giovanni DaVinci

avatar

Jogador
Jogador
Mensagens : 8
Data de inscrição : 10/08/2015
Localização : Rio De Janeiro-Brasil

MensagemAssunto: Re: ☥ Monalisa: Arco I, Ato I: Pacto do Crime Organizado. ~    Seg Ago 10, 2015 10:33 pm

Em seu escritório, que de certa forma, é bem espaçoso, ela residia na poltrona que fica junto com sua escrivaninha, onde há nela uma tela por onde via as câmeras, e vários papéis que ela analisava, em outro canto da sala ficavam duas poltronas e um sofá alinhados, com uma mesa no centro, onde normalmente ela e seus companheiros realizavam as reuniões, o chão com um carpete liso negro como a noite. Na parede, estavam 3 elementos, o rodapé de madeira escura, um papel de parede cinza com vários "G"s num tom de cinza mais escuro, simbolizando o logo de sua família, e um grande quadro de si mesma usando um longo vestido vermelho e um chapéu cinza com um pequeno laço preto, pintado aqui mesmo nessa terrinha exótica e que agradava a tanto os visitantes. Ela analisava seus papéis em sua escrivaninha quando ouviu as batidas na porta, ela rapidamente olhou o relógio e viu que eram quase 19:30, então ela largou os papéis e deu uma leve ajeitada no cabelo e na roupa que usava, um terno e uma calça social, ambos cinza-escuro, ela se levantou e calmamente caminhou até a porta, deslizou suas delicadas mãos na maçaneta e abriu a porta, onde agora podia ver dois dos três convidados que ela estava no aguardo, ela deu um belíssimo sorriso e disse tudo no perfeito italiano

-Olá companheiros, que tal a noite? parecem até britânicos com essa pontualidade, hahaha, venham entrem, já podem ir se acomodando no sofá aos fundos enquanto aguardamos a senhorita Milliners

A Neófita da espaço para eles entrarem e confere se não há mais ninguém no corredor, então ela fecha porta e senta-se numa poltrona junto a seus companheiros


Última edição por Monalisa Giovanni DaVinci em Qua Ago 12, 2015 12:55 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fractius

avatar

Mestre do Conselho
Mestre do Conselho
Mensagens : 227
Data de inscrição : 26/09/2014
Idade : 31
Localização : Salvador

MensagemAssunto: Re: ☥ Monalisa: Arco I, Ato I: Pacto do Crime Organizado. ~    Qua Ago 12, 2015 10:35 am



A italiana lentamente trilha seus passos até a porta. Abrindo-a ver Antônio, seu lacaio e gerente do restaurante. Faz uma misura com a cabeça em respeito e diz apontando para a figura logo atrás e que por sinal é a figura principal do Clã Giovanni na cidade maravilhosa:

─ Madame, vim pessoalmente trazer o cavalheiro. Precisando de mim, estou no andar de baixo. -

O belíssimo homem, com o porte aristocrático, sempre com um sorriso de canto de boca e o charme principal deste cainita são seus olhos azuis e isto é raro ter entre os italianos. Quando seu lacaio se retira, o anfitrião apenas acena com a cabeça em agradecimento ao gerente por ter o guiado como sempre. Ele toma a frente e ouve melhor as palavras de Monalisa pegando-a na mão da mesma e beijando-a sutilmente. Logo ele responde em italiano assim que passa por ela dando espaço ao mesmo enquanto a própria fecha a porta:

─ Boa noite senhorita DaVinci. Alves já chegou ? Achei que eu tivesse sido o primeiro como sempre. Agradeço a hospitalidade. Vejo que tudo está nos padrões. E seu escritório, parece um pequeno pedaço de nossa terra natal. -

Como sempre, ele fica alguns segundos parado observando o seu quadro, enquanto seus olhos enigmáticos percorrem os outros cantos do escritório e ele segue até uma das poltronas e se senta tranquilamente. Ele esta usando um terno totalmente negro, blusão por de baixo em cor escarlate e a gravata da mesma cor que o paletó e sapatos de marca siciliana. Após se acomodar, ficou lhe olhando em um tom ameno e distante como se pensasse em algo.




Miguel Giovanni.

_________________


Sou apenas uma criança perdida na escuridão, sou o anjo caído que mostrará a você o caminho para sua libertação!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://consilium.livreforum.com
Monalisa Giovanni DaVinci

avatar

Jogador
Jogador
Mensagens : 8
Data de inscrição : 10/08/2015
Localização : Rio De Janeiro-Brasil

MensagemAssunto: Re: ☥ Monalisa: Arco I, Ato I: Pacto do Crime Organizado. ~    Qua Ago 12, 2015 12:54 pm

A cainita percebe que confundiu Antônio com Alves, então ela se desculpa rapidamente em português

-Ah me desculpe Antônio, eu lhe confundi com meu outro convidado, mas claro, qualquer coisa será chamado, capisci?, agora pode ir

Ela termina a frase mostrando seu belíssimo sorriso a Antônio, que depois segue indo embora pelo corredor, ele já estava acostumado com algumas palavras que Monalisa misturava quando falava português, mas então, quando Miguel se aproximou, beijou sua mão, e falou algumas coisas, que ela prontamente respondeu

-Não, como sempre, o senhor foi o primeiro a chegar, agora vamos, entre, não há necessidade de ficar aqui em pé esperando por eles, e fico feliz que meu escritório traz a você está lembrança

Ela então da um passo ao lado para que ele possa passar e então fecha a porta, ele fica um momento apreciando o quadro da Neófita e depois senta no sofá, ela então se senta na poltrona oposta ao sofá, e ao mesmo tempo que senta, sua perna direita começa a balançar, ela fica meio frustada com esse tique, mas logo volta o olhar normal para o seu convidado e pergunta

-E então como vão as coisas? alguma novidade?

Ela olha para o cainita e aguarda pacientemente a sua resposta

_________________
Dopo tanta lotta
Il demone è stata generosa con me
Ma c'è ancora molto da fare

Ed ora nella mia grotta
Ho ereditato questo male antico
Io brillare come posso fare


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fractius

avatar

Mestre do Conselho
Mestre do Conselho
Mensagens : 227
Data de inscrição : 26/09/2014
Idade : 31
Localização : Salvador

MensagemAssunto: Re: ☥ Monalisa: Arco I, Ato I: Pacto do Crime Organizado. ~    Qui Ago 13, 2015 9:59 am



Antônio é um homem astuto, já na beira dos seus quarenta e cinco anos. Mas é atraente e branco avermelhado por conta do sol carioca. Ele sorrir em resposta para sua querida "chefe" e responde tranquilamente:

─ Sem problema. Creio que seja sua reunião mensal, certo ? Quando os outros convidados chegarem, eu mesmo os trarei. Até... -

No momento que ele iria sair e Monalisa fechar a porta de vez, ela ouve a voz de Miguel no dialeto italiano, assim Antônio também para erguendo a sobrancelha ao fato de não entender muita coisa que o Ancilla diz e espera ouvir a resposta da Giovanni:

─ Monalisa minha querida, avise a seu funcionário de que esta noite teremos supostamente dois convidados à mais, por depois. -

Ele disse no momento que iria se sentar no sofá. Seu lacaio esperou resposta da proprietária e depois saiu de cena. Voltando para próximo de Miguel, nota o mesmo já sentado elegantemente, a perna direita por cima da esquerda, enquanto o braço direito apoiado ao da poltrona. Ele acompanha Monalisa com os olhos até o momento em que ela se senta à sua frente. Respondendo-a sempre no idioma da Itália:

─ Sim, eu gosto do seu escritório, por isso as nossas reuniões são sempre aqui. Fico honrado em aceitar-nos em seu domínio. Eu não avisei antes por telefone, não achei que seria seguro. Teremos supostamente dois convidados, daqui a uma hora. Marquei depois porquê ? Simples, iremos debater rapidamente antes sobre o visitante e quando ele chegar, iremos avaliar sua proposta. Ele tem algo para nós senhorita DaVinci. Para matar a sua curiosidade, estou falando do Príncipe desta cidade. -

Ele desenha um sorriso de canto de boca, e levemente é possível ver a ponta de um de seus caninos. Os olhos azuis de Miguel brilham rapidamente com o termo de excitação talvez e curioso em saber a proposta do líder da Torre de Marfim para a família Giovanni. Monalisa fica pensando do que o Príncipe da Camarilla tem para ajudar os Giovanni do Rio de Janeiro. Realmente é interessante, ao ponto de conhecê-lo apenas por nome e Status, mas nunca pessoalmente. Ele diz que supostamente será visitantes, talvez o Príncipe não venha sozinho para um covil de Necromantes.

Enquanto conversam, na porta outra batida. E logo pela imagem da câmera nota ser Antônio novamente e atrás dele estão Eduardo Alves e Evelin Milliners. Parece que o restante do clã chegou e a reunião irá dar início.


_________________


Sou apenas uma criança perdida na escuridão, sou o anjo caído que mostrará a você o caminho para sua libertação!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://consilium.livreforum.com
Monalisa Giovanni DaVinci

avatar

Jogador
Jogador
Mensagens : 8
Data de inscrição : 10/08/2015
Localização : Rio De Janeiro-Brasil

MensagemAssunto: Re: ☥ Monalisa: Arco I, Ato I: Pacto do Crime Organizado. ~    Qui Ago 13, 2015 1:32 pm

Quando Monalisa ouve as palavras de Miguel ela fica meio surpresa, afinal de contas ela pensava que a reunião seria só de sua família, mas depois sai desse momento e diz em italiano para Miguel

-Ah sim, claro, deixe que ele vá e quando ele voltar com a senhorita Milliners e Alves informarei a ele

Então ela se vira para Antônio e diz

-Não é nada, não se preocupe, apenas vá, e ela sorri novamente

Então ela fecha a porta de vez, e vai para a poltrona, enquanto caminhava, ela pensava consigo mesmo

*Mais dois convidados para a reunião....Hmmm...concerteza deve ser alguma propósta para a família,caso contrário, ele não chamaria a todos para discutir isso*

Quando chega a poltrona, ao ouvir as palavras de Miguel, ela fica levemente excitada e dá um sorriso levemente safado com o canto da boca, afinal de contas, seria o príncipe, o homem que leva tal status da Torre de Marfim, realmente, seria algo verdadeiramente excitante de se resolver, e ela gostava disso

-Quer dizer que teremos uma visita especial então, o que o senhor preten.....

Antes de terminar sua fala, ouve batidas na porta, ela vira a cabeça para a tela e vê que são seus últimos dois convidados, por hora, então ela se levanta na poltrona, novamente ajeita suas roupas e seu cabelo e vai até a porta, agradece Antônio por ter trazido eles e já chama seus dois convidados para entrar, então, quando Antônio estava indo embora, ela se virou pra ele disse em português

-Ah Antônio, esqueci de te avisar, mas esta noite terei mais alguns convidados, então, por favor, os acompanhe até aqui quando chegarem, e além disso, peça para dois de meus seguranças que ficam rondando por fora subirem e ficarem aqui na porta, para nos dar mais segurança, capisci?

Ela dá uma piscadinha para confirmar o que pediu, volta pra fechar a porta e diz em italianos para seus convidados

-Bem vindos amigos, a meu refúgio, por favor, sentem-se, para que que possamos iniciar nossa reunião

A neófita então, nesse momento, faz questão de sentar ao lado de Miguel, e então, começam a reunião

_________________
Dopo tanta lotta
Il demone è stata generosa con me
Ma c'è ancora molto da fare

Ed ora nella mia grotta
Ho ereditato questo male antico
Io brillare come posso fare


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fractius

avatar

Mestre do Conselho
Mestre do Conselho
Mensagens : 227
Data de inscrição : 26/09/2014
Idade : 31
Localização : Salvador

MensagemAssunto: Re: ☥ Monalisa: Arco I, Ato I: Pacto do Crime Organizado. ~    Ter Ago 18, 2015 7:39 am



Miguel acompanha com os olhos todo o movimento da Giovanni. Até o ponto em que ela se senta para ouvi-lo melhor. Ela nota que ele fica observando-a em silêncio enquanto sua bela e doce voz ecoa pela sala e até o momento que depois de dez minutos é interrompida com a chegada dos outros dois e Antônio guiando-os na frente, batendo na porta. O regente italiano do Rio de Janeiro apenas olha em direção da porta como ela, e não diz nada, apenas observa a bela Monalisa abrindo-a e recebendo os outros convidados. Ambos a cumprimentam com a cabeça e passam por ela como de costume. Seu lacaio ouve bem seu pedido e simplesmente afirma respondendo-a no idioma natal dele:

─ Sim, claro e pode deixar. Mandarei dois dos rapazes ficarem ao corredor. Licença e boa reunião. -

Assim que ele se retira, ela fecha trancando a porta e ao virar-se nota já Evelin ao lado direito de Miguel beijando-o na mão, logo em seguida Eduardo faz o mesmo. Ela se senta ao lado direito dele, já o capanga da família se senta de frente. O máximo que ela conhece dos dois é que Eduardo é ótimo cozinheiro, por isso também tem um restaurante com o mesmo esquema de Monalisa, mas ele fica em questão da lavagem de todo o dinheiro do clã. Além que é um bom lutador e atirador profissional. E que em sua vida como humano, ele era um assassino de uma família mafiosa que existiu anos atrás aqui no Brasil, a qual boa parte afiliou-se ao clã como complemento. Já Evelin, sempre trabalhou como mortal em termos de RH, Gestão e Finanças. Ela que gerencia o dinheiro da família presente na cidade. Ela gerencia uma das filiais do Banco HSBC e é diretora do hospital Municipal Souza Aguiar. A qual consegue as vezes alguns corpos para experimentos e bolsas de sangue para o sustento tanto da família ou como pagamento para vampiros que fazem acordos com a família. E ela, que agora cuida do tráfico de armas e do cassino clandestino subterrâneo de seu restaurante particular. Todos se sentam, Monalisa por última ao lado esquerdo do líder e ao mesmo tempo de perna cruzada elegantemente diz no idioma originalmente da grande e poderosa Itália:

─ Obrigado a todos. Bem-vindos irmãos, já me adiantei um pouco com a proprietária deste domínio e como eu disse a ela... o Príncipe da Camarilla será nosso convidado esta noite. Parece que ele tem algo que nos interessa e não custa nada ouvirmos. Bem ou mal, sabemos que o Sabá é predominante na cidade, mas boa parte desorganizados e sem um líder forte e verdadeiro como eu. Mas também não podemos negar que eles são um dos nossos clientes por de baixo do pano clandestino. O nosso atual maior problema, são os Setitas. Cobras, rastejantes, bem ou mal vem roubando alguns de nossos clientes e inclusive o próprio Sabá. Era o combinado, nós vendiamos as armas e eles as drogas. Mas não, fiquei sabendo que agora eles estão investindo em armas e isso não é bom para o nosso negócio. O que me dizem sobre isso ? Depois de ouvi-los, irei dar continuidade em meu raciocínio. Vamos por ordem, primeiro a senhorita DaVinci, já que ela que cuida das armas e é nossa hospitaleira nas reuniões. Depois Evelin e por fim você Eduardo.  -

Ele olhou para todos lentamente esperando que deve começar a falar e finalizou os olhos nela. Assim os outros dois também. Monalisa notou que ele chama os outros dois pelo primeiro nome, talvez seja ao ponto de ter mais intimidade com os outros dois. A tensão ecoou, se o que ele diz for verdade, ela sabe que próximos meses em questão das armas, seu dinheiro será reduzido ao extremo.




Evelin Milliners, Assessora e Banqueira do Clã.


Eduardo Alves, Chefe da Lavagem de Dinheiro e Capanga do Clã

_________________


Sou apenas uma criança perdida na escuridão, sou o anjo caído que mostrará a você o caminho para sua libertação!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://consilium.livreforum.com
Monalisa Giovanni DaVinci

avatar

Jogador
Jogador
Mensagens : 8
Data de inscrição : 10/08/2015
Localização : Rio De Janeiro-Brasil

MensagemAssunto: Re: ☥ Monalisa: Arco I, Ato I: Pacto do Crime Organizado. ~    Qua Ago 19, 2015 8:20 pm

Monalisa fica meio frustada por não conseguir sentar perto de Miguel, mas rapidamente se recompõe e senta no lugar sobrando. A cada palavra que ouvia Monalisa ficava abismada, horrorizada, e assim que Miguel termina de organizar sua fala, Monalisa responde, em gritos:

-COMO ESSAS MALDITAS COBRAS DECIDEM INVADIR NOSSA ÁREA DO TRÁFICO, QUE ABSURDO! TEMOS DE MATAR CADA SERPENTE MALDITA DESSE PAÍS.......

Monalisa ficava essencialmente raivosa e agressiva quando alguém se metia em seus negócios e sua família, principalmente se fossem especificamente dela...no entanto, após seu showzinho, ela se recompôs rapidamente, pois sabia que aquilo não era comportamento para uma Giovanni, então se virou e disse calmamente a seus companheiros

-Perdão companheiros, por minha alteração repentina, mas simplesmente não aturo quem se mete em meus negócios, mas por enquanto não tenho nenhuma sugestão para fazer, por isso, passo minha vez a vocês 2 por enquanto, ela estende as duas mãos em direção a Alves e Evelin, e mais tarde, direi minha "proposta de intervenção"

Sua perna trepidava incessantemente, por fora ela estava calma, no entanto, por dentro, uma chama de fúria queimava, e então ela pensou consigo mesmo, enquanto os outros falavam

*MEU DEUS, MALDITAS COBRAS, ELAS VAO PROVAR DE SEU PRÓPIO VENENO, A TRAIÇÃO......*

Ela deixa seu pensamento em aberto até os outros dois terminarem de falar, e então, para concluir seu pensamento....

*Acho que teremos de utilizar o próprio Sabá contra eles, ou será que a Camarilla Também estaria disposta em ajudar...não, precisamos do Sabá, eles que possuem um contrato com os as Serpentes, e está na hora de eles provarem a traição....*

_________________
Dopo tanta lotta
Il demone è stata generosa con me
Ma c'è ancora molto da fare

Ed ora nella mia grotta
Ho ereditato questo male antico
Io brillare come posso fare


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fractius

avatar

Mestre do Conselho
Mestre do Conselho
Mensagens : 227
Data de inscrição : 26/09/2014
Idade : 31
Localização : Salvador

MensagemAssunto: Re: ☥ Monalisa: Arco I, Ato I: Pacto do Crime Organizado. ~    Qui Ago 20, 2015 10:51 pm



O grito de Monalisa fez lentamente os três olharem para ela, seriamente, só Miguel arqueou um pouco de sua sobrancelha esquerda. Evelin afirma com a cabeça para DaVinci em questão de respeito de ter dado agora a palavra a ela, logo respondendo no italiano com sua voz ríspida e ao mesmo tempo melancólica:

─ Concordo com minha conterrânea, os Setitas traíram ao nosso acordo. Creio que tivemos uma perda maior nesses dois meses em questão financeiro. E graças ao senhor Alves... - Ela olha para Eduardo e volta o seu raciocínio olhando os três: ─ Descobriu o podre das cobras, por isso nossa finança diminuiu bastante e nossos clientes dizendo não precisarem de armas. Logo, acho que devemos reprimi-los de alguma forma, dando o troco certo. -

Miguel desenha um suave sorriso e afirma com a cabeça. Eduardo apenas afirma com a cabeça e agora ele continua no italiano respondendo:

─ Não foi difícil descobrir, os humanos nesta cidade são comprados com muita facilidade. Apenas o presentiei da melhor maneira e a informação chegou até minha pessoa facilmente. Mas, concordo com as duas senhoras aqui presente... Temos que corrigir as serpentes de alguma forma. Não podemos deixar para lá, isso indica sinal de fraqueza e isso, nós do clã Giovanni nunca iremos demonstrar. Estou pronto para qualquer alçada. -

Ele finaliza sério, como Miguel já sem o sorriso de canto de boca. O regente do clã olha para os três de acordo com a situação, ele olha para o chão com ose pensasse em algo para dizer, logo seus olhos azuis analisa cada um dos três e junto o belo sorriso de canto de boca e responde no impecável italiano:

─ Eduardo e Evelin tiraram suas conclusões sobre o que devemos atuar em cima dos Setitas. Concordo e você senhorita DaVinci... - Aquele rosto belo direciona em direção da esquentadinha por dentro e ele continua: ─ Agora que os dois esclareceram, gostaria de dar o seu aval final em relação as cobras ? -

Ele descruza a perna e recruza a outra. Esperando uma resposta da Giovanni. Os outros dois agora observam Monalisa, mas Miguel reforça em continuar o dialogo e os olhos de Eduardo e Evelin voltam para o regente:

─ Eu estou curioso em saber o que o Príncipe da Camarilla almeja, talvez possamos usa-los de alguma forma em nossos planos. Um trabalho mutuo. Onde ganharemos mais do que eles em si. E por de baixo dos panos, saber o porquê dos nossos clientes do Sabá , preferiu as armas das serpentes. Vamos descobrir tudo e com calma agir, sem pressa e quando vermos as cobras ficarão encurraladas e ai que nós iremos abate-las. O que acham ? -

Parado olhando para os três aguarda saber se o plano em si é bom. Monalisa sabe que realmente suas vendas vão diminuir e muita. E o mercado negro esta ficando em alta concorrência na cidade do Rio de Janeiro. Além que não só os Seguidores de Set, mas há outros concorrentes e inclusive humanos.


_________________


Sou apenas uma criança perdida na escuridão, sou o anjo caído que mostrará a você o caminho para sua libertação!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://consilium.livreforum.com
Monalisa Giovanni DaVinci

avatar

Jogador
Jogador
Mensagens : 8
Data de inscrição : 10/08/2015
Localização : Rio De Janeiro-Brasil

MensagemAssunto: Re: ☥ Monalisa: Arco I, Ato I: Pacto do Crime Organizado. ~    Sex Ago 21, 2015 12:08 am

Monalisa espera todos falarem e em sua vez diz

-Bem senhores, eu sugiro que realmente essas malditas serpentes necessitem provar de seu próprio veneno, a traição, por isso minha sugestão seria utilizarmos o Sabá, muito melhor que essa Camarilla, que quase não tem força hoje em dia

Um sorriso de satisfação surge no rosto da neófita, e após as palavras do regente do clã, ela torna a sugerir

-Gostei de sua ideia Miguel, no entanto, ainda acredito que não deveríamos usar a Camarilla, e sim o Sabá, mas podemos ver também quando o príncipe chegar se realmente eles são tão fracos assim....

_________________
Dopo tanta lotta
Il demone è stata generosa con me
Ma c'è ancora molto da fare

Ed ora nella mia grotta
Ho ereditato questo male antico
Io brillare come posso fare


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fractius

avatar

Mestre do Conselho
Mestre do Conselho
Mensagens : 227
Data de inscrição : 26/09/2014
Idade : 31
Localização : Salvador

MensagemAssunto: Re: ☥ Monalisa: Arco I, Ato I: Pacto do Crime Organizado. ~    Seg Ago 24, 2015 10:41 am



O tempo lentamente passa enquanto os necromantes mantém sua reunião semanal. Monalisa sente o peso que é está entre imortais e uns conspirando contra os outros. Uma trama sem fim, realmente é disto que ela queria em sua nova não-vida? Na verdade ao entrar no ramo do crime, nunca imaginou esses problemas por sua inocência no contexto verdadeiro que ocorre nas sombras da cidade do Rio de Janeiro. Já é quase nova horas da noite, passa tão rápido que nem os cainitas presentes perceberam o tempo dilatar em uma reunião de conspiração contra os Setitas. Miguel após ouvir as palavras de Monalisa ele desenha o sorriso charmoso de canto de boca, logo toma a atenção respondendo:

─ O Sabá é muito poderoso no Rio de Janeiro, tanto em número e nas leis das comunidades. Creio que infelizmente a qualquer momento podemos ser pisoteados como baratas. Então, a pequena Camarilla, um feudo menor, mas bem concentrado na política da cidade e bem ou mal é um problema menor para nós. Usando eles em nossa alçada, será mais fácil que o numeroso Sabá. Mas, depender da proposta, vamos tirar as melhores conclusões. E no final de tudo, poderíamos ganhar crédito com os Espadas de Caim, ter o nosso território intacto, amplia-lo e ao ponto de entregar a Camarilla a eles. É apenas um plano, um ponto de vista meu, que acham? -

Evelin concordou plenamente com o seu regente, disse em palavras e afirmando com a cabeça. Já Eduardo ficou na dúvida e respondeu no idioma natal do clã:

─ A ideia é muito boa senhor. Mas... não podemos subestimar a pequena Camarilla. Bem ou mal, somos apenas em quatro e temos bastante influência e poder nesta cidade. De toda forma, temos que ter cuidado dos dois lados e usarmos da melhor maneira para atingirmos essas serpentes. -

Miguel alargou ainda mais o seu belo sorriso ao ponto de seus sentes brancos aparecerem. E concorda aparentemente com Eduardo. E responde o capanga do clã:

─ Ótima percepção Eduardo. É disto que gosto de vocês, diversidades e tendências alheias. Muito bom mesmo, mas vamos esperar se a senhorita DaVinci tem algo a finalizar em pauta de nossa reunião. Já que nossos convidados são em dois, como eu imaginei chegaram. -

E Monalisa olha de relance para a câmeras e percebe mesmo pelo corredor do andar de baixo, quase chegando ao do escritório da Giovanni com quatro dos seguranças já fazendo a guarda. Nota Antônio e um homem elegante com uma mulher ao lado. Seguindo seu carniçal. Em dois minutos no máximo estarão na porta. A Giovanni fica surpresa pela percepção do regente e como ele soube. Já que a tela das câmeras só ela tem acesso aos olhos da posição em que ela esta sentado e ao máximo Eduardo se olhasse para trás poderia ver boa parte da tela também. Intrigante isso por parte de Miguel. Então aquele homem é o Príncipe da fática Camarilla ?


_________________


Sou apenas uma criança perdida na escuridão, sou o anjo caído que mostrará a você o caminho para sua libertação!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://consilium.livreforum.com
Monalisa Giovanni DaVinci

avatar

Jogador
Jogador
Mensagens : 8
Data de inscrição : 10/08/2015
Localização : Rio De Janeiro-Brasil

MensagemAssunto: Re: ☥ Monalisa: Arco I, Ato I: Pacto do Crime Organizado. ~    Ter Ago 25, 2015 8:52 pm

-Realmente, é uma proposta tentadora Miguel, e achoque deveríamos seguir com tal plano, afinal não queremos ficar contra nossos clientes não é?

Ela olha Miguel com um sorriso deliciosamente sádico, em sua cabeça, ela queria destruir seus inimigos Setitas nem que fosse a última coisa que ela fizesse, ninguém mexe com os negócios dela e de sua família. Ao perceber a astúcia de Miguel, ela prontamente já se levanta e puxa a cadeira que ficava junto de sua mesa e coloca junto a mesa, e prontamente abre a porta, e convida os seus convidados a entrar, após eles entrarem, ela vai e pede para que Antônio traga mais uma cadeira, e já o dispensa, e depois fecha a porta. Assim que ela fecha, já cumprimenta seus convidados e estende sua mão

-Olá senhores, muito bem vindos a meu refúgio, eu sou a senhorita Monalisa DaVinci, ao seu dispor, e o senhores quem são?

Ela aguarda a resposta com um sorriso em seu rosto

_________________
Dopo tanta lotta
Il demone è stata generosa con me
Ma c'è ancora molto da fare

Ed ora nella mia grotta
Ho ereditato questo male antico
Io brillare come posso fare


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fractius

avatar

Mestre do Conselho
Mestre do Conselho
Mensagens : 227
Data de inscrição : 26/09/2014
Idade : 31
Localização : Salvador

MensagemAssunto: Re: ☥ Monalisa: Arco I, Ato I: Pacto do Crime Organizado. ~    Seg Ago 31, 2015 11:10 pm



Os Giovanni afirmam com a cabeça lentamente em relação as palavras de Monalisa. Quando Miguel informa sobre os visitantes da Camarilla. Os outros dois companheiros de clã apenas se ajeitam melhor em suas poltronas e olham para a porta aguardando a entrada deles. Miguel também olha, esperando e até que a proprietária do restaurante caminha até a mesma recebendo-os. Antônio segue o pedido e logo o mesmo ordena que um dos seguranças busque os assentos. Não demorou nem três minutos e tudo foi ajeitado. Os convidados ficaram ao lado de fora, apenas observando a correria para arrumar tudo. Quando então Monalisa recebeu, primeiramente o homem bonito, alto, de pele parda, um corte militar em seu cabelo preto e trajando um terno cinza escuro elegante. Calçando um par de sapato negro, em seu pulso um relógio e na orelha esquerda ele tem um brinco pequeno perolado de cor negra. Seus olhos castanhos frisam a Giovanni, ela não entende direito, mas sentiu um peso naquele olhar, como se ela sentisse intimidada em estar na presença deste homem. Ele quebra a estranheza quando desenha um sorriso de canto de boca e estica a mão em um aperto formal e logo responde:

─ Senhora Monalisa, agradeço sua hospitalidade. Eu sou Mauro Galvão, Príncipe do Rio de Janeiro. Esta ao meu lado é Gabrielle Vasconcellos, a Xerife da cidade. Minha braço-direito. -

Ele continua com o sorriso ao rosto, quando fala o nome da Xerife, ele até aponta para a mesma ao lado dele. Que por sinal esta usando um jeans escuro colado ao corpo, mostrando ter um físico bem atraente, uma blusa branca com a barriga definida aparecendo sutilmente e uma jaqueta de couro curta que chega na altura do umbigo dela. Uma mulher muito bonita, cabelo preto ondulado e escorrido caído em seus ombros e boa parte de sua costa. Ela tem um par de olhos verdes escuro, um par de brinco de argola simples e grande. Em seu pescoço ela carrega um cordão preto simples preso a um anel que lembra uma aliança de prata. Ela tem uma expressão séria, mas estica a mão para um aperto e sorrir rapidamente de canto de boca dizendo:

─ Obrigada Monalisa. Sou Gabrielle, como o senhor Galvão me apresentou... -

Em seguida a porta é fechada por Antônio que se retira do local conforme as ordens. Então Miguel e os outros se levantam cumprimentando-se com apertos de mãos formais. E logo todos se sentam ao redor da mesa. Miguel rapidamente já entra nos negócios perguntando:

─ Vamos direto ao assunto, o que deseja de nós, os Giovanni... ? -

O Príncipe apenas manteve o sorriso de lado ao rosto. Rapidamente ele olhou para Gabrielle, logo sua atenção foi para Miguel, cruzou sua perna e respondeu tranquilamente:

─ Vejo que você Miguel, é um homem que nem eu. Gosta de ir direto ao assunto, sem cerimônias... Tudo bem. Vou direto então... Desejo que vocês parem de vender suas armas para as favelas... - Todos os Giovanni arquearam a sobrancelha com o pedido do Príncipe, mas ele finaliza: ─ Controlada pelo Sabá. Há um projeto novo em andamento, não sei se viram o jornal hoje, mas Santa Marta, foi um dos nossos avanços. E não é só isso, quero que venda para nossas comunidades e favelas. Vou dar uma reviravolta nesta cidade... Já tenho aliados importantes nesta empreitada. E quero saber se sua família será um acréscimo ou... vocês sabem muito bem. -

Ele finaliza com um sorriso imponente ao rosto, como se suas palavras foram fortes para tocar os membros italianos. Mas realmente foi, logo Miguel pensou por alguns segundos, olhou para Monalisa principalmente e em seguida encarou o Príncipe e responde tranquilamente:

─ Bem, não vou mentir... o Sabá bem ou mal é uma boa fonte de dinheiro para o meu clã. Além que isso não é o verdadeiro problema... Vamos dizer... que nós concordamos em parar de vender as armas. Logo, eles vão estranhar e o nosso... vai está na reta deles. Mas em quesito das armas, quem poderá lhe dar uma resposta concreta é a senhorita DaVinci. Já que é uma das rendas principal dela. E depender do que ela dizer, talvez possamos sim, começar um acordo... -

Quando ele finalizou, todos os olhares foram em direção da jovem cainita. Bem ou mal, Miguel tem razão sobre quem cuida das armas na negociação. E o que ela dirá nessa tensão de todos esses olhares ?




Mauro Galvão, Príncipe do Rio de Janeiro.


Gabrielle Vansconcelos, Xerife do Rio de Janeiro.

_________________


Sou apenas uma criança perdida na escuridão, sou o anjo caído que mostrará a você o caminho para sua libertação!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://consilium.livreforum.com
Monalisa Giovanni DaVinci

avatar

Jogador
Jogador
Mensagens : 8
Data de inscrição : 10/08/2015
Localização : Rio De Janeiro-Brasil

MensagemAssunto: Re: ☥ Monalisa: Arco I, Ato I: Pacto do Crime Organizado. ~    Seg Ago 31, 2015 11:23 pm

Monalisa, a princípio, fica revoltada por dentro de si, afinal de contas, ela teria de se livrar de sua principal renda, no entanto, quem sabe ela poderia ganhar mais....., quando as palavras de Miguel fazem todos olharem para ela, a Neófita somente continua com uma expressão calma e séria, e torna a dizer

-Bem, uma proposta interessante.....suas pernas começam a balançar, o que vocês tem a nos oferecer em troca?...

Ela aguarda a resposta com a mesma expressão de antes, esperando a resposta do tal príncipe, no entanto, seus olhares para ele a causam um pouco de temor

_________________
Dopo tanta lotta
Il demone è stata generosa con me
Ma c'è ancora molto da fare

Ed ora nella mia grotta
Ho ereditato questo male antico
Io brillare come posso fare


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fractius

avatar

Mestre do Conselho
Mestre do Conselho
Mensagens : 227
Data de inscrição : 26/09/2014
Idade : 31
Localização : Salvador

MensagemAssunto: Re: ☥ Monalisa: Arco I, Ato I: Pacto do Crime Organizado. ~    Dom Set 06, 2015 11:20 am



As palavras de Monalisa fez literalmente o Príncipe e a Xerife desenharem um suave sorriso. Ao ponto de se entre olharem rapidamente e voltar a atenção a ela. Logo o homem conhecido como Príncipe responde:

─ Gosto de mulheres como você senhorita DaVinci. Que por sinal é um sobrenome bem excêntrico ao gênero do pintor italiano. Mas, voltando ao foco. A Camarilla tem um projeto novo junto do governo da cidade. Santa Marta foi apenas o início de uma nova modernização. Como faremos com outras comunidades e favelas. O intuito é retirar a bandidagem e as facções dos morros. Mas deixando nossos próprios "bandido", só que organizados e ao mesmo tempo protegendo os humanos para o governo e para nós, significa território e rebanho extra. Como a senhora Monalisa perguntou... o que ganhariam ? Simples, continuaram vendendo suas armas, só que para nós, ao invés deles e do Sabá que está por detrás disto. Além que também... -

Na hora que ele iria completar, Gabrielle interrompe ele completando das palavras do Príncipe:

─ Também... sabemos dos Setitas. Não me pergunte como, mas sabemos que eles tinham um acordo com vocês e quebraram de alguma forma. Logo preferimos percorrer a vocês, assim queremos também "tirar" as drogas dos morros que por sinal é uma das fontes das cobras. Resumindo... vamos chutar as cobras rapidamente e suas rendas caíram lentamente. O que dizem? Um ajuda o outro. -

Tanto Príncipe e Xerife sorriem juntos se olham rapidamente novamente e olham aos quatro Giovanni. Miguel não pareceu surpreso fisicamente, mas Evelin e Eduardo arquearam suas sobrancelhas um pouco surpreso por saberem desta informação. Até Monalisa ficou um pouco surpresa. E a Camarilla talvez não seja tão apagada assim na cidade como dizem. Então a voz de Miguel em resposta chama atenção de todos os olhares:

─ Entendo perfeitamente. Vejo que as informações voam com facilidade. É uma proposta interessante. Mas ao mesmo tempo perigosa... Pedirei uma noite para pensarmos em sua proposta. Eu mesmo ligarei e darei uma resposta senhor Galvão. Tudo bem a você? -

A dupla da Camarilla sorriem satisfeitos, já Mauro afirma com a cabeça e Miguel se ergue da poltrona. O Príncipe descruza a perna e se ergue também ficando quase de cara com o líder dos Giovanni. Ambos se entre olham, logo Mauro ergue lentamente a mão, Miguel desce os olhos rápido pra mão do Príncipe e volta a olha-lo nos olhos. Então ele aperta a mão para uma despedida e o líder da Camarilla diz soltando a mão:

─ Espero que escolham o lado certo, preferi percorre-los do que os Setitas. Considerem isso um elogio. Amanhã fico esperando uma resposta e de preferência positiva. E senhora DaVinci, obrigado pela hospitalidade e a todos uma boa noite. Não se preocupe, sabemos o caminho de volta. -

A Xerife apenas afirma com a cabeça aos Giovanni em respeito de despedida. E a dupla se vira e sai pela porta. Monalisa observa pelas câmeras eles passando pelo corredor e depois de passarem pelo salão principal do restaurante até a saída. A qual um Sedan preto de quatro portas o esperavam e entram atrás. Carro sem placa e seguem embora naturalmente. Agora Miguel volta a se sentar pensativo e simplesmente pergunta ao ar:

─ O que acham... da proposta ? -

Os outros se entre olham sem saber o que dizer ou esperando um primeiro tomar a frente para depois concluírem. O que Monalisa acha disso tudo ? Pareceu uma boa proposta, mas bem perigosa que ao ponto do Sabá ser bem mais poderoso aparentemente na cidade, será mesmo?


_________________


Sou apenas uma criança perdida na escuridão, sou o anjo caído que mostrará a você o caminho para sua libertação!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://consilium.livreforum.com
Monalisa Giovanni DaVinci

avatar

Jogador
Jogador
Mensagens : 8
Data de inscrição : 10/08/2015
Localização : Rio De Janeiro-Brasil

MensagemAssunto: Re: ☥ Monalisa: Arco I, Ato I: Pacto do Crime Organizado. ~    Qua Nov 04, 2015 5:55 pm

Ela olhava para Miguel com os olhos brilhando, quem diria, se até a Camarilla sabe das armas quem mais poderia saber não?

--Como eu já disse, uma proposta interessante, mas acho que ainda podemos ganhar mais, eu deveria aumentar o preço das armas ou algo do tipo para lidar com eles, mas, seria certo nós trairmos nossos clientes? Mesmo eles comprando de outros no momento, nada que uma "Reuniãozinha" não possa resolver certo?

_________________
Dopo tanta lotta
Il demone è stata generosa con me
Ma c'è ancora molto da fare

Ed ora nella mia grotta
Ho ereditato questo male antico
Io brillare come posso fare


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fractius

avatar

Mestre do Conselho
Mestre do Conselho
Mensagens : 227
Data de inscrição : 26/09/2014
Idade : 31
Localização : Salvador

MensagemAssunto: Re: ☥ Monalisa: Arco I, Ato I: Pacto do Crime Organizado. ~    Ter Nov 17, 2015 10:11 pm



Ficou o silêncio após as palavras de Monalisa. O mais antigo do clã presente na pequena reunião olha para Evelin e Eduardo esperando os dois dizerem suas opiniões. A cainita então olha para o chefe de lavagem de dinheiro do clã e solta sua voz ríspida chamando atenção dos três:

─ Eu concordo com a senhorita Monalisa. Devemos chegar até as cobras, uma reunião e saber qual é a deles de verdade. Mas sobre as armas em aumentar o preço, acho errado minha querida. Ai mesmo que perderemos mais clientes. -

Os dois cavaleiros na sala nada dizem, apenas olham para ela, mas logo incluindo Evelin, agora volta os olhos para Eduardo esperando a opinião dele:

─ Bem, não é medo, mas um jogo de estratégia. Não sou o melhor para isso, mas acho cabível talvez "aceitarmos" a oferta da Torre da cidade. Usarmos eles em nosso favor, mostrarmos que eles precisam de nós e não ao contrário. Senhor Giovanni, essa é minha opinião. -

O líder apenas iria suspirar se fosse possível, mas sua feição indica que ele faria tal movimento. Ele afirma com a cabeça suavemente aos três, passando os olhos azulados lentamente em cada um e finaliza em Monalisa. Seu cotovelo apoiado ao braço da poltrona, seu dedão esfrega suavemente entre seus outros dedos a qual seu queixo esta apoiado. Fechou os olhos, lentamente ele desenha um suave sorriso e abre os olhos novamente, descendo a mão até o braço da poltrona, se ajeita melhor ficando ereto e diz tranquilamente co msua voz bem persuasiva e de um verdadeiro líder. Não era nem necessário dizer, só em ouvi-lo, qualquer um deduziria isso:

─ Temos alguns fatores divergentes aqui. Vamos manter nossa pose, amanhã irei dizer ao Príncipe da Camarilla que iremos apoia-lo. Mas... em um prazo, pois ainda precisamos sim saber com os líderes do Sabá e até aos líderes da corja das serpentes. Como a resposta será até amanhã, precisamos agir. Monalisa, você tenta contactar Theodoro, o Bispo dos Espadas a qual temos um acordo. Quero que saiba de tudo, o motivo de não querer mais nossas armas e o porquê dos Setitas estarem interrompendo nossas negociações, é possível cumprir essa tarefa, querida? -

Theodoro Fonseca, Bispo do Sabá e o negociante chefe do crime a qual Monalisa consegue boa parte de suas rendas com as armas. Ela nunca teve contato presencial com ele, mas já falou com ele duas vezes por telefone. Sempre ao encontro de seus "capangas". Ela sabe que ele controla boa parte do crime organizado na zona oeste da cidade do Rio de Janeiro. Miguel volta os olhos a Eduardo e Evelin e finaliza:

─ Evelin, quero que você faça o mesmo que a senhorita DaVinci, mas referente aos Setitas. Já você Eduardo, acompanhe Monalisa ou Evelin, depender de quem encontrar primeiro os malditos. Entendidos? -

Ele espera respostas dos três, tanto os outros dois Giovanni, concordam com a cabeça em relação de suas "missões" para o clã. O que Monalisa achou disso tudo ? O que passa pela mente dela?


_________________


Sou apenas uma criança perdida na escuridão, sou o anjo caído que mostrará a você o caminho para sua libertação!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://consilium.livreforum.com
Conteúdo patrocinado



MensagemAssunto: Re: ☥ Monalisa: Arco I, Ato I: Pacto do Crime Organizado. ~    

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

☥ Monalisa: Arco I, Ato I: Pacto do Crime Organizado. ~

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

 Tópicos similares

-
» PACTO COM AS 5 POMBA GIRAS
» Pacto com a pomba gira amarrar seu homem.
» Pacto com pomba gira amarrar seu homem 3
» PACTO COM AS 5 POMBA GIRAS
» PACTO COM AS 5 POMBA GIRAS

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Reino dos Jogos :: Consilium - Storyteller :: ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤVampiro: A Máscara :: ◇ London By Night ☥ :: Independentes-