InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
Top dos mais postadores
Fractius (212)
 
Baqi (94)
 
Branca (91)
 
Danto (74)
 
King Werneck (29)
 
Frazz (20)
 
Njörd (14)
 
Richard Spencer (12)
 
Narrador NYC (11)
 
Santanico Tibellarius (10)
 
Os membros mais ativos da semana
Fractius
 
Georgia_Giovanni
 
Sebastian_Petresko
 
Baqi
 
Zack O'Terry
 

Compartilhe | 
 

 ☥ Count T: Arco I, Ato I: O Visitante. ~

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Fractius

avatar

Mestre do Conselho
Mestre do Conselho
Mensagens : 212
Data de inscrição : 26/09/2014
Idade : 30
Localização : Salvador

MensagemAssunto: ☥ Count T: Arco I, Ato I: O Visitante. ~    Sex Jun 09, 2017 2:55 pm


☥ Londres - Westminster - Mansão Spencer ☥
• 02 de Janeiro de 1999, Sábado: 19h13min P.M.
• Count T.: Arco I, Ato I: O Visitante.



O belíssimo homem típico da Europa vitoriana vive em um dos bairros mais nobres da cidade de Londres. Bairro de Westminster é perfeito para os olhares caóticos e cintilantes de Count. Ali é o verdadeiro coração de Londres, seu quarto tem uma vista maravilhosa para o Tâmisa e a famosa torre do relógio Big Ben. Toda sua história desde ao sobrenatural e histórias de horror foi ligada para si como uma espécie de luxúria e sangue proibido. A sua não-vida sempre foi libertina aos padrões que ele almejou. Mesmo tendo um senhor que servia os ideias da poderosíssima Torre de Marfim, ele nunca se importou tanto em política e poder como ele. Mas a não-vida de um Membro é assim, não importe onde esteja, a política, intriga e poder envolve o cenário do miticismo. Ele teve que aprender, entender e entrar neste meio termo. Se não seria apenas um estorvo para a sociedade, boa parte foi ensinado por seu nobre senhor. Mesmo como imortal, moldou uma "família" aos seus olhos doentios e egoístas como um pequeno Deus na comunidade com seu culto de sangue com os meros mortais.

Westminster é um distrito do centro de Londres, localizado no bairro de Cidade de Westminster. Está situada na margem norte do rio Tâmisa, a sudoeste da cidade de Londres e a um quilômetro a sudoeste de Charing Cross. A região apresenta uma concentração marcante de pontos históricos e prestigiosos de Londres, incluindo o Palácio de Buckingham, a Abadia de Westminster e a maior parte do West End londrino.

Através de sua escritura e a capacidade de ver espíritos aumentou suas ideias e percepções. Seus livros fizeram sucesso em boa parte da Europa e até na América. Fez dezenas de viagens pelo mundo e conhecendo várias culturas. Mesmo entre os vivos e os espíritos. Teve várias ocasiões de problemas, mas foi bastante sábio em sair de todos esses problemas. Agora, através de barganha pelas cidades entre os Espadas de Caim e a Torre de Marfim chegou novamente ao ponto inicial de tudo, Londres. Já esta à dois meses na cidade, reside na antiga mansão do Lorde Spencer a qual estava abandonada por décadas. Mexendo os pauzinhos, conseguiu ter as posses da casa e enfim reformada vive sua não-vida naturalmente junto de outros mortais que seguem seus desejos de todos os jeitos e gêneros. Assim como o Toreador adora ser "bajulado" por seus servos "fiéis"

Já esta a uma hora despertado, sentado em sua poltrona elegante e antiga que outrora já pertenceu ao seu senhor que até então permanece em torpor. Pensativo e um pouco entendiado após a virada do ano, a destruição do Matusalém Mithras o antigo Príncipe Ventrue nas garras das feras da lua. Os lobos vestem peles de homens, o perigo agora anda entre os mortos-vivos e pode ser qualquer um. Logo a voz de um dos "visitantes" corta seu pensamento:

-- Teremos visita. Ele chegou... -

Ao olhar para a direção da voz, próximo o enorme armário, aquela sombra escura e o formato do chapéu na cabeça demostrando ser seu "aliado" de eras. Mas ele sempre acerta, através de sua mediunidade é capaz de tais atos, pois é o único a vê-lo em seu "novo" lar. Mas quem seria ele, que o espírito quis dizer? Menos de dez segundos, ouve três batidas na porta e a voz de um dos mortais que lhe serve:

-- Meu senhor, boa noite e desculpe incomoda-lo. Mas o senhor tem visitas... Ele se apresentou como Mr. Spencer. -

Este sobrenome, fez o seu coração morto dá uma suave batida, era seu senhor? Mas como? Ou apenas coincidências...? Ao fundo ele ouve uma gargalhada, era o visitante com os dentes brancos como a neve demostrando um sorriso largo e macabro gargalhando com a situação. Talvez pelo seu "susto" ao ouvir o nome. O visitante entra na parede e some e o mortal do outro lado aguarda as ordens pelo pequeno Deus das Rosas.




O Visitante.

_________________


Sou apenas uma criança perdida na escuridão, sou o anjo caído que mostrará a você o caminho para sua libertação!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://consilium.livreforum.com
Count T

avatar

Jogador
Jogador
Mensagens : 5
Data de inscrição : 08/06/2017
Idade : 28
Localização : Londres

MensagemAssunto: Re: ☥ Count T: Arco I, Ato I: O Visitante. ~    Sex Jun 09, 2017 9:41 pm

Estava distraído em pensamentos mundanos aquela noite. Com a mudança, ainda podia sentir o cheiro do mofo das paredes. Sempre odiara movo. Desde que voltara e me instalara naquela casa podia notar onde deveria ter mais uma pequena reforma. Podia ouvir os ratos rastejando pela casa, enfiados nas fundações. Podia ouvir as baratas na cozinha. Deveria ter trabalhado nesses detalhes antees de me mudar, mas tomar a posse da casa era mais importante quando retornei a Londres. Doía os meus olhos notar que algumas paredes tinham os papeis de parede descascando. Suspiro alto. Não queria despender dinheiro, mas precisaria. Na verdade, andava meio mesquinho ultimamente... Nunca tinha sido mesquinho com gastos antes.

Encaro as unhas com certo gosto. Havia feito as unhas na noite anterior, pintado com um esmalte preto fosco. Sempre adorava as minhas mãos e as tinha cuidadosamente adorado desde antes da não-vida. Um hábito que adquiri depois de fugir do hospital psiquiátrico quando era um mortal. Ficar preso a camisa de força, sem poder ver as mãos tinha sido uma péssima experiência.

Chamo pelo lacaio principal. Geofrey Fox estava comigo há algum tempo. O que eu mais admirava no mortal era o seu rosto digno.

- Geofrey, faça um orçamento com o que precisamos melhorar na casa. Os ratos estão incomodando a minha cabeça.

Logo que ele sai, dirijo o olhar para a parede. O homem do chapéu era visível. Sua presença poderosa sempre atraia a minha atenção mesmo quando não podia vê-lo. Ouço seu recado e me surpreendo como a anos não me surpreendia. Poderia mesmo ser ele? Coloco a mão no peito e massageio com carinho. Edward White meu outro lacaio anunciou a visita. Me ajeito confortavelmente apesar de tenso. Trajava um kimono vermelho e florido com peônias e calças confortáveis de veludo vinho. Sapatos com tacões em um tom marrom fechavam o traje. Seria mesmo Lord Spencer? Sempre achei que ele havia me tornado imortal por conta da minha beleza. Me levanto para receber o convidado, segurando a ansiedade.

_________________
Will you still love when I'm no longer young and beautiful?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fractius

avatar

Mestre do Conselho
Mestre do Conselho
Mensagens : 212
Data de inscrição : 26/09/2014
Idade : 30
Localização : Salvador

MensagemAssunto: Re: ☥ Count T: Arco I, Ato I: O Visitante. ~    Seg Jun 12, 2017 10:12 pm



Seus lacaios obedecem imediatamente as ordens do novo soberano desta mansão da era vitoriana. A sombra já tinha desaparecido, mas pelo ar sobrenatural ainda é pesado no local do ser espiritual, talvez ele tenha ido dar boas vindas ao novo visitante? Count se organiza, se alinha perfeitamente fazendo contraste com a cor de suas unhas. Fora o destaque do seu cabelo liso e loiro quase platinado. Enfim toma "coragem" e sai do quarto indo em direção ao andar de baixo e lá esta seus dois lacaios ao redor olhando o homem sentado na poltrona esperando-o. Ele o observa lá de baixo, o homem não era seu senhor e sim um jovial na casa dos 35 anos bem vestido com um terno negro listrado e um blusão cinza por de baixo. Sapatos negros, bem elegante e ao mesmo tempo simples. Pois não usa gravata e os botões um pouco aberto. Com a perna direita por cima da esquerda, seus braços despojados aos braços da poltrona que seu senhor costumava utilizar em suas horas vagas. Mas seu torço superior ereto, digno de um nobre conforme senta pelo rigor da etiqueta. Cabelo negro, curto e bem alinhado como se tivesse saído agora pouco do cabeleireiro. É possível perceber o frágil ar saindo da respiração daquele homem pela boca e então ele desenha um sorriso suave ao ver a aproximação do Toreador. Dentes perfeitos e seu par de olhos verdes quase acinzentados. Em suas mãos, alguns anéis de prata talvez e um chamativo com um rubi negro oval. Ainda sentado, literalmente uma estátua que respira ele diz:

-- Obrigado por me receber Mr. T... Uma honra, tempo que não venho aqui, soube do ocorrido trágico de William o seu mentor e senhor. Antes de tudo, sou um Membro assim como você, mas eu não existo para o mundo dos imortais. Por isso nunca me viste, mas estou a muito mais tempo do que você imagina. Estou aqui para contar uma história sobre nós os Spencer se tiver interesse, mas não agora. Seu senhor era um aliado fundamental a minha causa. Antes do meu senhor, agora a minha nova causa, meu fardo e precisava dele. Mas, como soube do trágico "fim" dele, vou recorrer a você, gostaria de ouvir o que tenho a dizer? Creio que já andei por muito tempo nas sombras e esta na hora de por os Lobisomens em seus lugares, o canil. Me chame de Richard ou Spencer como preferir é um grandioso prazer está lhe conhecendo. -

Count nota o visitante atrás de Richard, com ambas as mãos apoiadas ao topo do sofá, mas não dizendo nada. Spencer finaliza com um sorriso malicioso e após isso ficando sério de novo, só agora que o Toreador se aproxima, ele se levanta da poltrona e estica a mão esquerda para um aperto formal. Tranquilamente aguardando respostas e os lacaios se entre olham sem entender nada do que este homem esta dizendo.




Richard Spencer.

_________________


Sou apenas uma criança perdida na escuridão, sou o anjo caído que mostrará a você o caminho para sua libertação!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://consilium.livreforum.com
Count T

avatar

Jogador
Jogador
Mensagens : 5
Data de inscrição : 08/06/2017
Idade : 28
Localização : Londres

MensagemAssunto: Re: ☥ Count T: Arco I, Ato I: O Visitante. ~    Seg Jun 12, 2017 10:47 pm

Olho desapontado para o visitante. Ele não era infelizmente o meu Lord Spencer. O homem ali podia ser até elegante, mas duvido que tenha sido em algum momento sagrado por alguma rainha como lord... Suspiro alto e não escondo o desapontamento.

- Me desculpe não disfarçar o desagrado... Por um instante tive uma certa ilusão de que seria um outro Spencer sentado nessa cadeira.

Desço as escadas devagar, fazendo uma entrada típica.

- Agora que já se apresentou junto com essa proposta... Uhm... Tentadora?

Falo enquanto desço. Apesar de não ser dotado com os encantos da voz e da aparência franzina, delicadada e linda é claro, não tinha uma voz afeminada, pelo contrário profunda e um pouco rude, máscula.

Paro a frente do homem e o cumprimento com aperto grave, enquanto observo seus trajes encaro o visitante postado ali atrás.

- Deixe-me ver se entendi, meu senhor e o seu eram companheiros de causa. Entendo a proximidade e todo amigo dele é meu amigo também e será sempre bem vindo sob este teto. Mas sendo bastante franco... E me desculpe a sinceridade... Causas não me atraem. Se conhece os rumores sobre mim, deve saber que me mantenho longe da politica dos membros e consegui essa trégua com muito esforço. Gosto e aprecio a tranquilidade da minha vida e a minha liberdade para viajar e transitar. Não incomodo ninguém, ninguém me incomoda. Sei que existem outros seres perigosos e desses eu não me aproximo, já topei inclusive com uma coisinha ou outra e sempre fujo delas. Meus interesses são os livros e as histórias que eu conto.

Digo isso enquanto sento na poltrona a frente do convidado, mantenho as pernas firmes no chão enquanto o olho nos olhos.

- Se precisar de aconselhamento sobre literatura, vida mundana e alguma coisa sobre ocultismo, tudo bem. Mas terei que recusar a oferta de envolvimento com lupinos.

_________________
Will you still love when I'm no longer young and beautiful?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fractius

avatar

Mestre do Conselho
Mestre do Conselho
Mensagens : 212
Data de inscrição : 26/09/2014
Idade : 30
Localização : Salvador

MensagemAssunto: Re: ☥ Count T: Arco I, Ato I: O Visitante. ~    Seg Jun 19, 2017 2:04 am



O homem sempre mantém o semblante de uma pessoa tranquila, ele ouve atentamente suas palavras e responde:

-- Entendo perfeitamente meu querido. Você tem talento demais para se ocupar com coisas simplória demais. Mas, é seu gosto e isso eu respeito. Minha causa, que eu digo é manter a cidade tranquila e quieta. Infelizmente, sua entrada na cidade, será cedo ou tarde cobrada, tanto pela Camarilla ou os Espadas de Caim. Nada é de graça nesse mundo, a não ser uma amizade antiga e verdadeira. Como a minha e com o seu senhor. O que gostaria de você, senhor T. Apenas pesquisas, se me ajudar, saiba que terá um favor meu para o que precisar. E um favor meu, é algo fundamental para a sociedade dos membros. Quem realmente me conhece, sabe do que digo. Vivi demais nas sombras, assim como o senhor, se envolvendo em nada, mas agora a cidade precisa de ajuda e não vou ficar parado. Amo Londres, apenas por isso quero sobreviver e creio que você também. O que me diz, poderá ou não me auxiliar? Sem política em jogo, não se preocupe... -

Ele descruza as pernas trocando de lado, apoia ambas as mãos juntas com os dedos entrelaçados ao colo e aguarda uma resposta do Toreador.


_________________


Sou apenas uma criança perdida na escuridão, sou o anjo caído que mostrará a você o caminho para sua libertação!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://consilium.livreforum.com
Count T

avatar

Jogador
Jogador
Mensagens : 5
Data de inscrição : 08/06/2017
Idade : 28
Localização : Londres

MensagemAssunto: Re: ☥ Count T: Arco I, Ato I: O Visitante. ~    Seg Jun 19, 2017 7:06 pm

Sinto a sutil ameaça e realmente odiava cobranças de amizade... Sorrio cínico.

- Que tipo de pesquisa?

Faço uma cara interessada. Mas no fundo continuava me preocupando mesmo era com os ratos da casa. Sairia pessoalmente a caça deles se fosse possível, pois continuava a ouvir as suas patinhas caminhando pela casa... Odiava qualquer presença que não fosse a minha naquela casa ou dos meus convidados.

- Senhor Spencer... Como disse antes, qualquer amigo do meu senhor é meu amigo também... Claro que posso ajudar, mas tenho limitações. Contanto que sejam respeitadas não vejo problemas. .. Mas você precisa dizer exatamente o que é.

_________________
Will you still love when I'm no longer young and beautiful?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fractius

avatar

Mestre do Conselho
Mestre do Conselho
Mensagens : 212
Data de inscrição : 26/09/2014
Idade : 30
Localização : Salvador

MensagemAssunto: Re: ☥ Count T: Arco I, Ato I: O Visitante. ~    Qui Jun 22, 2017 9:23 am



Spencer sorrir com aquele ar de satisfeito. Mas logo ele pausa o sorriso ao rosto ficando em um tom mais sério, ele iria dizer algo, mas parou por instante e olhou para trás como se tivesse sentido algo. Count repara que ele olha em direção do Visitante logo atrás da poltrona, aquela sombra bem escura e distorcida sem uma forma física. Richard nega com a cabeça pra si só, volta a olhar para o Toreador e fala tranquilamente:

-- Agradeço, será uma honra e o pedido será que consiga alguma informação de um homem. Melhor, um Membro em específico. Pela minha influência nesta cidade, um membro está para chegar de Veneza e gostaria muito que descobrisse quem fosse. Não precisará interferir, apenas saiba o nome e sua linhagem. Conseguindo, pode levar as informações até a Senescal da cidade e não diretamente a mim. E com isso, terei uma dívida com você e eu poderia até pesquisar isso, mas tenho que me preocupar já com os problemas residentes e com isso sei que não vou incomoda-lo. O que me diz, Mr. T.? -

Ele de pé, ainda com ambas as mãos ao bolso da calça social esperando uma resposta do Toreador. O Ancilla através de seu contato que vive atualmente aos redores do porto do Tâmisa ficou sabendo mesmo de um navio que viria da Itália, mas não sabia se era de Veneza e se é o mesmo a qual esse Membro estará chegando. Ou se não já chegou, pois pela data é bem em cima do que o contato informou a duas noites atrás.


_________________


Sou apenas uma criança perdida na escuridão, sou o anjo caído que mostrará a você o caminho para sua libertação!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://consilium.livreforum.com
Count T

avatar

Jogador
Jogador
Mensagens : 5
Data de inscrição : 08/06/2017
Idade : 28
Localização : Londres

MensagemAssunto: Re: ☥ Count T: Arco I, Ato I: O Visitante. ~    Qui Jun 22, 2017 11:20 am

Encaro a sombra negra dando a reconhecer que a via. Geralmente funcionava, em sua maioria eles querem alguma coisa ou só atormentar a presa. Confesso que eu preferia quando os visitantes mostravam melhor as suas formas, quando eu era humano eles eram extremamente nítidos. O homem do chapéu apesar de esconder o rosto, tinha forma humana e me recordo de outros que pareciam estar vivos caminhando ao lado de humanos e chupadores de sangue como eu, claro que apenas olhos como os meus poderiam vê-los, mas lembro de alguns em especifico que realmente confundiram minha cabeça... Isso me lembrou uma dos poucos filmes modernos, pois cinema em geral pouco me interessava. Lembro de ter gostado muito e penso que me identifiquei com o personagem por ele ser um criança preciosa. Não conseguia recordar o nome do filme, mas por um tempo me senti ligado a história.

- Farei tudo ao meu alcance para tanto... Mas você sabe que quando um de nós quer se esconder e dependendo de seus poderes místicos, até os olhos mais treinados deixam de ver o que está ali na nossa face... ou talvez as nossas costas...

Cruzo as pernas displicentemente, enquanto ajeito as franjas de um dos móveis.

- Estaremos acertados assim por enquanto. Tenha uma ótima noite Sr. Spencer.

Aceno dando a entender que havia entendido o recado. No fundo eu sabia que se não prestasse esse pequeno favor, teria um mala a mais para sentir desconfiado quanto a mim. Aquele homem representada o tipo de vampiro que eu não gostava de me relacionar: o tipo que gosta de se meter em encrencas. Lupinos? Olha o nível da sandice. A maior parte do que temos como vampiros é fingir que ainda somos de certo modo humanos, até os mais monstruosos de nós. É por isso que insistimos em fingir essa guerra tola entre nossa própria sociedade, para diversão pessoal, pelas mentiras, pelo prazer e sadismo e pelas descobertas. No fundo queremos saber o nosso propósito... Alguns não. Tem sempre os verdadeiros loucos e não me refiro aos malkavianos.

Aguardo o intruso sair e continuo sentado. Gostaria de saber se o que veio com ele ficaria ou seguiria o vampiro. Distraidamente começo a tamborilar no braço da cadeira uma dessas músicas modernas, com instrumentos barulhentos, cantarolo baixinho tanananananana txhun txhun. Eu realmente gostava daquilo. A vida humana era mais divertida agora do que na era vitoriana e a família real mais interessante.

Aguardo meu servo retornar e peço para que ele borrife um purificador de ar de onde o intruso havia levantado. Aquele com o cheiro mais abusado com algum nome floral ridículo. Sempre fica um cheiro de ranço de vampiro, traço de morte certa.








_________________
Will you still love when I'm no longer young and beautiful?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Fractius

avatar

Mestre do Conselho
Mestre do Conselho
Mensagens : 212
Data de inscrição : 26/09/2014
Idade : 30
Localização : Salvador

MensagemAssunto: Re: ☥ Count T: Arco I, Ato I: O Visitante. ~    Sab Jun 24, 2017 1:31 pm



O Visitante é o mesmo que estava seu quarto de luxo a pouco tempo, antes da chegada de Mr. Spencer. O membro sorrir sutilmente ao ouvir as primeiras palavras, mas nada disse ou teve alguma reação física. Ele agradece por fim um aceno com a cabeça após ouvir seu segundo comentário e só agora com seu tom de voz elegantemente forte responde:

-- Sei dos seus livros, histórias e contos vistos por seus olhos enigmáticos Mr. Count. E sei que esta mansão possui talvez uma segurança não vista naturalmente e sim pelo senhor. Mas, nada me assusta e estou de saída. Agradeço a visita sem ser convidado, mas necessário e boa sorte em suas pesquisas. Isso será de valia para ambos os lados. E tenha uma ótima noite. -

Ele se vira e começa a se retirar sutilmente, a sombra apenas observa o o vampiro indo embora, logo se vira para o Toreador e com uma voz arranhada diz:

-- Tenha... uma ótima... noite. Meu... mestre... agradece. -

Antes mesmo de falar algo para sombra, ao falar as luzes da mansão pisca e assim que o lacaio leva o homem até a porta. Fechando-a uma das luzes do abajur estoura e a sombra estranhamente desaparece. Depois reaparece na porta de saída, lhe dando a última olhada e atravessa indo embora. Talvez esteja seguindo Spencer ou não.

Seu lacaio acata facilmente o pedido e depois de alguns minutos e borrifadas tudo estava em pleno ar no ambiente. E o Toreador pensa, por onde começar?


_________________


Sou apenas uma criança perdida na escuridão, sou o anjo caído que mostrará a você o caminho para sua libertação!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://consilium.livreforum.com
Count T

avatar

Jogador
Jogador
Mensagens : 5
Data de inscrição : 08/06/2017
Idade : 28
Localização : Londres

MensagemAssunto: Re: ☥ Count T: Arco I, Ato I: O Visitante. ~    Sab Jun 24, 2017 7:20 pm

Então ele queria que eu fosse atrás de uma picuinha besta? O nome de um membro? Não existiam membros nosferatu nessa cidade mais? Por quem ele me tomava? Não estava realmente chateado, era bom ter alguma distração. Mas eu, logo eu? EM GAROTINHO DE RECADO PARA A CAMARILLA?

- MUAHAHAHAHAHA.

Gargalho alto, sarcasticamente. Levanto da cadeira irritado... Por onde começar? A quem subornar? Eu um membro do clã das rosas fazendo papel de rato para um louco em guerra com lupinos.

- Senhor Geofrey, por favor. Já que é versado com máquinas incluindo aquela coisa que chamam de computador, pode conferir uma coisa para mim? O itinerário de navios... E aviões vindos de Veneza... Na data de hoje. ontem e amanha. Em um horário em que um igual a mim poderia vir a vontade.

Eu realmente sabia pouco sobre computadores. Sabia usar o programa de escrever, buscas complicadas era outra história, sempre me perdia e clicava naqueles anúncios ridículos. Em pensar que acompanhei essa tecnologia aparecer. Se me pedissem a história do computador eu diria... Mas entender a máquina era outra coisa. Talvez só isso não fosse necessário... Talvez devesse dar as caras em algum lugar e ver algumas pessoas e quem sabe pagar por informação... Pagar não era realmente o problema. Me misturar era. Realmente detestava a companhia dos membros, preferia os humanos que eram ao menos calorosos. Saudades da época em que podia sentir calor... Mas a ideia de ir procurar por alguns nosferatus não parecia ruim. Aguardo Geofrey me dar as informações para tomar a seguinte posição.

[mestre, tem como obter a informação dos nosferatus?

_________________
Will you still love when I'm no longer young and beautiful?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado



MensagemAssunto: Re: ☥ Count T: Arco I, Ato I: O Visitante. ~    

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

☥ Count T: Arco I, Ato I: O Visitante. ~

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

 Tópicos similares

-
» Treinamento com Arco e Flecha
» Loja de Mascotes
» Uma casa de doces?! (missão)
» Os primordiais
» Stages of Blood - Treinamento para Sátiros, Indefinidos, filhos de Hefesto e filhos de Herácles

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Reino dos Jogos :: Consilium - Storyteller :: ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤVampiro: A Máscara :: ◇ London By Night ☥ :: Independentes-